28°
Máx
17°
Min

Decisão do STF autoriza que Alagoas volte a receber verbas da União

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, determinou nesta quinta-feira, 21, que o governo deve retirar Alagoas da lista federal de inadimplentes para que o Estado volte a receber verbas da União. Em ação protocolada no STF, o Estado argumentou que está impedido de celebrar convênios, contrair empréstimos e receber transferências voluntárias de recursos federais.

O Estado foi incluído no cadastro por ter descumprido a aplicação do porcentual mínimo de 25% da receita na manutenção e desenvolvimento do ensino, no ano passado. O governo de Alagoas alega que há "divergência metodológica" no cálculo.

Para Lewandowski, os serviços públicos essenciais à população não podem ser inviabilizados pela ausência de repasse de verbas públicas ao Estado-membro. "Em sede de medida liminar, parece plausível permitir que o Estado de Alagoas volte a receber verbas públicas, a título de repasse, a fim de que possa executar as políticas públicas imprescindíveis para o bem-estar de sua população", afirmou.