22°
Máx
16°
Min

Delcídio tem que fazer uma coisa humilde, disse Renan sobre senador cassado

(Fioto:Jane de Araújo/ Agência Senado) - Delcídio tem que fazer uma coisa humilde, disse Renan sobre senador cassado
(Fioto:Jane de Araújo/ Agência Senado)

Diálogo gravado do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) mostra como ele empenhou-se pessoalmente no processo que culminou no dia 10 de maio com a cassação do ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT/MS). O interlocutor de Renan chama-se Vandenberg. Os investigadores suspeitam que trata-se de Vandenberg Machado, assessor da CBF em Brasília e muito próximo do PMDB e de Renan.

A conversa de Renan, divulgada pela TV Globo, ocorreu no dia 24 de março, quando o Conselho de Ética do Senado ainda conduzia o processo contra Delcídio.

Preso em 25 de novembro de 2015 por supostamente tramar contra a Operação Lava Jato, o ex-petista fechou acordo de delação premiada em que revelou envolvimento de colegas no esquema Petrobras. Delcídio também citou o ex-presidente Lula e a presidente afastada Dilma Rousseff.

O ex-petista foi solto em 19 de fevereiro, dias depois do acordo com a Procuradoria-Geral da República.

Veja abaixo os trechos da gravação divulgada nesta quinta-feira, 26.

Renan: O que ele (Delcídio) tem que fazer... Fazer uma carta, submeter a várias pessoas, fazer uma coisa humilde... Que já pagou um preço pelo que fez, foi preso tantos dias... Família pagou... A mulher pagou...

Vandenberg: Ele (Delcídio) só vai entregar à comissão, fazer essa carta e vai embora.

Renan: Conselho de Ética. Falei agora com o João (João Alberto, presidente do Conselho de Ética). O João, ele fica lá ouvindo os caras... O Conselho de Ética não tem elementos para levar processo adiante. Também é ruim dizer que não vai levar o processo adiante. Então, o Conselho de Ética tem que requerer diligências requisição de peças e enquanto isso não chegar fica lá parado...

Vandenberg: (João Alberto) vai colocar em votação e vai ter uma derrota antecipada...