23°
Máx
12°
Min

Deputada do PSDB ataca proposta de candidato tucano em SP

Primeira titular da Secretaria de Pessoa com Deficiência de São Paulo, cargo criado em 2004 pelo então prefeito José Serra, a deputada Mara Gabrilli (PSDB) criticou a proposta do candidato tucano João Doria de extinguir a pasta que, segundo ela, foi uma referência no País. "Essa proposta é um retrocesso para a política pública da pessoa com deficiência. E, também, uma atitude que contraria a nossa Constituição."

A deputada citou ainda um tratado internacional do qual o Brasil é signatário. "Há uma convenção da ONU que não permite retrocesso. A diretriz é que se crie órgãos focados nesse tema."

Apesar de ser do PSDB, Mara é a responsável pela elaboração do capítulo relativo à pessoa com deficiência do programa de governo de Marta Suplicy, candidata do PMDB à Prefeitura. "Fiz para o Andrea (Matarazzo) quando ele ainda era do PSDB. Mas ele faz muito bem de usar (no programa de Marta, de quem é vice)."

Em nota, o secretário adjunto de Igualdade Racial, Eliseu Soares Lopes, disse que ficou "indignado" com as declarações de Doria. "Trata-se de uma canetada que afetaria diretamente as chamadas minorias." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.