21°
Máx
17°
Min

Deputado do PMDB diz que Meirelles pediu rapidez para aprovação da PEC do teto

Após café da manhã com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), disse nesta terça-feira, 23, que o líder da equipe econômica pediu rapidez aos parlamentares para a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que cria um teto para o crescimento das despesas federais. O café da manhã contou com a presença de 22 deputados da comissão especial que analisa a proposta do governo e os parlamentares pediram a Meirelles mais dados para municiá-los no debate da questão com a oposição na Câmara.

"O ministro Meirelles se mostrou muito disposto a dialogar e ouviu e anotou todas as sugestões feitas pelos deputados. A PEC será votada mantendo os seus pilares centrais, que é o teto para o crescimento dos gastos, limitado à inflação do ano anterior, sendo que, para a educação e saúde, essa variação será o piso", disse Marun.

O deputado considerou que a PEC é crucial para que o País volte a crescer e mostre a sua capacidade de gerenciar o gasto público. Ele destacou a importância da medida também para os Estados, cuja renegociação das dívidas com a União tem a adoção do teto de gastos como contrapartida.