23°
Máx
12°
Min

Deputados terão de declarar voto em único microfone instalado no plenário

Diferente da votação do impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Melo em 1992, todos os deputados federais terão de declarar seu voto sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff neste domingo, 17, por meio de um único microfone.

O microfone foi instalado em uma tribuna erguida de frente para a mesa da presidência, na região central do plenário, onde normalmente há vários microfones ao lado das fileiras das cadeiras dos deputados. A tribuna e o microfone foram instalados a mando do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Parlamentares contrários ao impeachment reclamaram do único microfone. Para a deputada Jandira Feghali (PcdoB-RJ), essa foi mais uma manobra de Cunha para tentar constranger os parlamentares a votarem a favor do impedimento. "É um espetáculo para televisão", reclamou Jean Wyllys (PSOL-RJ).

Alguns deputados reclamam que o acesso ao único microfone vai ser difícil diante da lotação do plenário. No impeachment de Collor, os deputados declararam seus votos por meio dos vários microfones instalados na região central do plenário.