20°
Máx
14°
Min

Dilma anula nomeação de ministro do PP e Josélio Moura é titular da Integração

A presidente Dilma Rousseff nomeou nesta sexta-feira, 15, outro titular para a Integração Nacional, que estava sob o comando do Partido Progressista (PP). O Diário Oficial da União (DOU) de hoje traz o nome de Josélio de Andrade Moura para ocupar, interinamente, o cargo de ministro da pasta.

Ontem à noite, Dilma tornou sem efeito o decreto que havia nomeado pela manhã José Rodrigues Pinheiro Dória para exercer, também interinamente, a função. O cancelamento da nomeação de Dória foi publicado em edição extra do DOU na noite dessa quinta-feira.

Dória iria substituir Gilberto Occhi, que deixou a Integração Nacional depois que o PP decidiu desembarcar do governo. Dória também é integrante do PP, mas ficaria no posto na cota da ala governista da legenda. No entanto, ontem mesmo Dória também resolveu renunciar ao cargo de ministro porque o PP optou não só por abandonar a base do governo, mas também por fechar questão a favor do impeachment de Dilma, punindo os dissidentes. Dória era também secretário nacional de Irrigação da pasta.

O anúncio oficial do PP deve ser feito nesta sexta-feira após reunião da Executiva Nacional da legenda. Pelo estatuto do partido, o fechamento de questão precisa ser aprovado tanto pela bancada no Congresso quanto pela Executiva.

Sudam

Na edição de hoje do DOU, a presidente ainda exonerou Keila Adriana Rodrigues de Jesus do cargo de diretora de Planejamento e Articulação de Políticas da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e nomeou para o posto Paulo Cesar Figueiredo Ribeiro. A Sudam é vinculada ao Ministério da Integração.

DNIT

A presidente Dilma exonerou também Fernando Fortes Melro Filho do cargo de diretor de Administração e Finanças do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), autarquia subordinada ao Ministério dos Transportes, hoje sob o comando do ministro Antônio Carlos Rodrigues, do Partido da República (PR).

Melro Filho, que também pertence aos quadros do PR, estava na diretoria do DNIT desde outubro do ano passado. A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União de ontem.

O PR tem se mantido ao lado do governo no processo do impeachment. Dentro da bancada do PR na Câmara, porém, tem aumentado a corrente em favor do impeachment. Dos 40 deputados, pelo menos a metade já cogita votar contra a presidente.

Itaipu

A edição extra do Diário ainda traz a exoneração de Edésio Franco Passos do cargo de diretor Administrativo da Itaipu Binacional. Para o lugar de Passos, foi nomeado Marcos Antonio Baumgärtner, que terá mandato até 16 de maio de 2017. As respectivas exoneração e nomeação são assinadas pela presidente Dilma e pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga.