22°
Máx
14°
Min

Dilma deve participar de comícios e propagandas de aliados nas eleições

A ex-presidente Dilma Rousseff vai viajar pelo Brasil para participar ativamente da campanha municipal em diferentes cidades. Antes, no entanto, ficará alguns dias em Porto Alegre, sem compromissos públicos.

Assessores dizem que ela gostaria de tirar duas semanas de férias, para descansar. Mas a brevidade da campanha eleitoral neste ano pode fazer com que a petista encurte o período de descanso. Ela foi convidada a participar do comício da candidata do PCdoB à prefeitura de Salvador, Alice Portugal, mas ainda não decidiu se comparecerá.

O que está definido é que ela vai se deslocar pelo Brasil em apoio a candidatos do PT e de partidos aliados. O ex-ministro do Trabalho e Previdência Social Miguel Rossetto - que acompanhou Dilma na viagem de Brasília a Porto Alegre - afirmou que, além de participar de atos de campanha, ela gravará programas para a propaganda eleitoral na televisão.

Ele frisou que por enquanto não há uma agenda definida. "Ela se prepara para dar sequência à política de combate ao golpe no País", acrescentou.

O presidente do PT no Rio Grande do Sul, Ary Vanazzi, disse que o partido espera contar com Dilma em campanhas no Estado, mas que os detalhes ainda serão acertados com a equipe da ex-presidente. "Vamos respeitar o tempo dela", afirmou.

No grupo que foi recepcioná-la, no fim da tarde desta terça-feira, 6, na Base Aérea de Canoas - onde o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) aterrissou -, estava Raul Pont (PT), que foi prefeito de Porto Alegre de 1997 a 2000 e disputa a prefeitura da capital gaúcha novamente este ano.

Nesta quarta-feira, 7, primeiro dia de Dilma em Porto Alegre, houve pouca movimentação em frente ao prédio dela, no bairro Tristeza. De manhã, foi possível observar a entrada e saída de seguranças. A ex-presidente não foi vista.

Dilma não andou de bicicleta, como costuma fazer no início da manhã. Fazia frio e ventava bastante na capital gaúcha. Além disso, a Avenida Beira-Rio, por onde passa a ciclovia, ficou parte do dia bloqueada por conta do desfile do Dia da Independência. À tarde, duas mulheres entregaram uma correspondência de apoio à Dilma para a porteira do edifício.

Os dias de Dilma em Porto Alegre deverão ser dedicados à família. Sua filha, Paula Araújo, e os netos, Gabriel e Guilherme, moram a um quilômetro de distância. O ex-marido da petista, Carlos Araújo, também tem casa na zona sul da cidade. A mãe da ex-presidente, Dilma Jane, que vivia com ela no Palácio da Alvorada, está em Minas Gerais, na companhia de parentes.