27°
Máx
13°
Min

Dilma diz que, sem sombra de dúvida, a ditadura é o pior dos mundos

A presidente Dilma Rousseff considerou nesta segunda, 18, a prisão e tortura sofrida por ela durante o período de ditadura militar como "sem sombra de dúvida, um milhão de vezes pior" do que o processo de impeachment enfrentado por ela no Congresso. "Na ditadura, o cidadão comum não tem liberdade de imprensa, direito à liberdade de expressão. Sem sombra de dúvida, a ditadura é o pior dos mundos", disse. "Democracia, como sempre citam, não é perfeita, mas ainda é o melhor regime", emendou ela em resposta à pergunta de um jornalista na primeira entrevista após a admissibilidade do processo contra ela na Câmara.

Sobre o processo de impeachment, considerado sem base legal por ela, a presidente disse esperar que "mais cedo o mais tarde conseguiremos barrar esses processos" praticados no País. A presidente admitiu ser possível aceitar alternativas, como, por exemplo, a redução de mandato, mas disse que não avalia essa opção. "Não podemos aceitar que o cumprimento da legalidade não se dê nesse processo", completou.