28°
Máx
17°
Min

Dilma recebe um dos poucos deputados do PSD ainda contrários ao impeachment

O deputado Irajá Abreu (PSD-TO) chegou na noite deste sábado, 16, ao Palácio da Alvorada, residência oficial da presidente Dilma Rousseff em Brasília, apesar de a legenda ter anunciado o desembarque do governo na semana passada. O deputado é um dos poucos da bancada, formada por 38 deputados, que ainda apoia a presidente.

Após uma série de desembarques do governo, na sexta-feira, 15, foi a vez do presidente do PSD, Gilberto Kassab, anunciar sua demissão do Ministério das Cidades. A saída de um dos principais aliados de Dilma no partido foi um duro golpe para a presidente, que contava com o apoio do ex-ministro para atrair votos favoráveis a ela na sessão de domingo, 17.

A presidente passou o dia recebendo parlamentares e aliados para garantir apoio suficiente para barrar o processo de impeachment na votação da Câmara. Convencida de que precisava se concentrar na busca dos votos indecisos e convencer parlamentares a se ausentarem do plenário neste domingo, Dilma chegou a cancelar a ida ao acampamento de representantes dos movimentos sociais, instalado no Ginásio Nilson Nelson, e fez da Alvorada um quartel general contra o impeachment.

Apesar do avançado da hora, o movimento não para tanto no Alvorada quanto no Palácio do Jaburu, casa oficial do vice-presidente Michel Temer, seu mais novo maior opositor.

O peemedebista, que voltou de São Paulo para Brasília neste sábado para conter um suposto movimento de mudança de votos para rejeitar o pedido de impeachment, recebeu aliados do PMDB ao longo de todo o dia. Neste momento, Temer está reunido com o deputado Heráclito Fortes (PMDB-PI), que chegou ao Jaburu por volta das 22 horas.