21°
Máx
17°
Min

Doria retribui apoio em prévias e diz que Alckmin vencerá Lula em 2018

O empresário João Doria minimizou hoje o acirramento das prévias que definirão o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo e aproveitou a reunião de partidários tucanos para dizer que o adversário do PSDB é o PT, partido que será derrotado nas eleições de 2018, segundo ele.

"Quem vai ganhar em 2018 é o Geraldo Alckmin. O povo não quer mais o PT. Lula está sitiado", afirmou Doria, em referência ao governador paulista, de quem recebeu apoio na prévia para a Prefeitura. Alckmin também afirmou hoje que Lula está "sitiado", após ironizar as declarações dadas pelo petista de que a fase "Lulinha paz e amor" teria acabado.

Doria falou após votar no diretório de Pinheiros, na Zona Oeste, onde esteve depois de acompanhar Alckmin em votação no Morumbi. "Nosso adversário é o PT, que é contra São Paulo".

A declaração de Doria foi também uma resposta ao acirramento das prévias do partido. Nos últimos dias, aliados de Doria e do vereador Andrea Matarazzo, outro candidato às prévias, trocaram acusações de uso da máquina e abuso do poder econômico no processo. O ex-governador Alberto Goldman chegou a dizer que foram adotados métodos "heterodoxos" na disputa. "O método das prévias é o voto. Temos que valorizar a democracia interna das prévias", afirmou Doria.

Antes de deixar o local, Doria defendeu novamente a candidatura do governador Geraldo Alckmin à Presidência da República em 2018 e disse que o tucano vencerá o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.