22°
Máx
14°
Min

Dornelles diz que decreto de calamidade abre caminho para 'medidas duras'

O governador em exercício Francisco Dornelles (PP) disse que a necessidade de abrir "caminho para medidas duras no campo financeiro" justifica o decreto de calamidade pública. Ele se recusou a detalhar essas medidas duras. "O decreto teve como objetivo apresentar à sociedade as dificuldades financeiras do Estado, abrindo caminho para medidas duras no campo financeiro. E chamando a atenção das autoridades federais das dificuldades que estamos tendo na obra do metrô, na área da saúde, e na segurança, para que eles possam colaborar".

Ele disse que expôs ao presidente em exercício Michel Temer (PMDB), em um jantar, "as preocupações do Rio de Janeiro", mas negou que tenha pedido R$ 3 bilhões. "Ninguém discutiu valores. O que houve foi um pedido, uma demonstração da situação crítica do Rio de Janeiro".

Perguntado qual seria o impacto na execução dos Jogos Olímpicos, se não houver o repasse pelo governo federal, desconversou. "De qualquer jeito os jogos serão um sucesso".