22°
Máx
14°
Min

Efetivo da PM chega a São Bernardo do Campo e evita tumulto

Cinco viaturas com cerca de 15 policiais militares chegam ao local onde fica o apartamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Bernardo do campo para evitar princípios de tumultos entre os manifestantes contra o político e os seguranças do ex-presidente e da militância petista da região.

Até as 21h, um grupo de cerca de 50 manifestantes (dentre adolescente, jovens e até crianças) contra Lula estava na esquina de baixo do quarteirão da avenida Francisco Prestes Maia. Depois subiram a rua e ficaram no canteiro central da avenida de frente ao prédio, gritando palavras de ordem, como "lula cachaceiro, devolve meu dinheiro", "eu vim de graça", ajudados pelos motoristas do carros que passam buzinando.

Os seguranças militantes se posicionaram na calçada do prédio. Os ânimos recomeçaram a ficar exaltados, mas a chegada da polícia acalmou o clima. O efetivo colocou os manifestantes contra Lula na outra calçada da avenida, para manter maior distância. A avenida ainda está liberada para trânsito.