24°
Máx
17°
Min

Eleição dos candidatos a ouvidor de Curitiba é adiada

(Foto: Chico Camargo / CMC) - Eleição dos candidatos a ouvidor de Curitiba é adiada
(Foto: Chico Camargo / CMC)

A eleição dos três candidatos ao cargo de ouvidor de Curitiba que serão sabatinados pelos vereadores será adiada. A decisão da lista tríplice estava marcada para amanhã (1°), mas foi adiada para a próxima segunda-feira (5) por conta de pedidos de impugnação às candidaturas do vereador Pedro Paulo (PDT) e do secretário municipal do Trabalho e Emprego, Fernando Guedes.

Os pedidos foram apresentados pelo vereador Chico do Uberaba (PMN); pelo servidor da Casa Ricardo Tadao Ynoue, que concorre ao cargo; pela Femotiba (Federação Democrática das Associações de Moradores de Curitiba e Região Metropolitana) e pela Femoclam (Federação Comunitária das Associações de Moradores de Curitiba e Região Metropolitana).

Os documentos serão analisados pela comissão eleitoral da Ouvidoria na sexta-feira (2) e os candidatos alvo dos pedidos de impugnação têm até as 12 horas de sexta para apresentar suas defesas.

Entre os argumentos contrários às candidaturas do secretário municipal e do vereador é que a lei que criou a Ouvidoria de Curitiba estabelece que “o cargo de ouvidor é absolutamente incompatível com o exercício de outra atividade pública ou privada”. Outra lei citada cita ainda que “servidores públicos, estatutários ou não, são inelegíveis se não se afastarem, de fato e de direito, de suas funções nos prazos ali mencionados”.

Colaboração Câmara Municipal de Curitiba