21°
Máx
17°
Min

Eleições 2016 têm mais candidatos que no último pleito municipal, há quatro anos

(Foto: Agência Brasil) - Eleições 2016 têm mais candidatos que no último pleito municipal
(Foto: Agência Brasil)

Mesmo diante da crise política que passa o Brasil e do descrédito que vive a classe nos últimos anos, o número de pessoas interessadas em conquistar um mandato popular nas eleições municipais que começam hoje (2) aumentou em relação às eleições de 2012. Inscreveram-se, há quatro anos, para disputar uma vaga de prefeito, vice-prefeito ou vereador 481.783 mil pessoas. Neste ano, deram entrada no pedido de registro de candidaturas junto à Justiça Eleitoral 496.892 mil brasileiros, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em 2012, disputaram as 5.517 prefeituras municipais 15.127 candidatos. Neste ano, concorrem ao cargo de prefeito de uma das 5.568 cidades 16.565 candidatos. No último pleito municipal, as 57.434 cadeiras de vereador foram disputadas por 450.695 pessoas. Neste ano, com um número maior de vagas a serem preenchidas – 57.958 – o número de candidatos a vereador também cresceu e passou para 463.375, uma média geral de oito candidatos por cada vaga. 

Não foi só o número de candidatos que aumentou nos últimos quatro anos (de 2012 a 2016). No período, houve um crescimento no eleitorado nacional que era de 138.544.348 e passou para 144.088.912 eleitores aptos a votarem, segundo dados do TSE de 4 de maio passado, data do fechamento do cadastro para o pleito deste ano. Também aumentou o número de partidos políticos para a disputa. Eram 29 legendas e agora são 35 com registro na Justiça eleitoral e com candidatos a prefeito e vereadores.

A grande maioria dos partidos lançou mais candidatos a prefeitos neste ano, do que em anos anteriores. Dentre os seis maiores partidos do país, apenas o PT apresentou menos candidatos a prefeito nessa eleição do que na de 2012. O Partido dos Trabalhadores lançou 1.004 candidatos a prefeito neste ano e, em 2012, 1.779 dos quais 651 foram eleitos nas suas respectivas cidades. O PMDB, o maior partido do país, disputa a eleição deste domingo com 2.382 candidatos. Em 2012, o partido lançou 2.258 e elegeu 1.031 prefeitos. O PSDB emplacou o segundo maior número de prefeitos na última eleição municipal – 703 – quando disputou com 1.621 candidatos. Agora, os tucanos apresentaram 1.757 concorrentes.

O PSD, que em 2012 disputou a eleição com 1.092 candidatos e elegeu 500 prefeitos, concorre agora com 1.368. O PP que elegeu 478 prefeitos quando disputou com 1.074 candidatos, concorre neste domingo com 1.147 nomes. O PSB elegeu 441 prefeitos na última eleição ao disputar com 1.033 candidatos, lançou para esse pleito 1.093. Os cinco partidos que apresentaram o menor número de candidatos às prefeituras são Novo (1), PCB (15), PCO (21), PSTU (49) e PMB (63). Dois deles (Novo e o PMB) não existiam em 2012. Os outros três PCB, PCO e PSTU disputaram a última eleição com 36, 5 e 60 candidatos, respectivamente, mas não elegeram nenhum prefeito naquele pleito.

Vereador

Em termos de candidatos a vereador a maioria das legendas disputa essa eleição com menos candidatos que a anterior. O PMDB que concorreu com 43.004 vai para essa disputa com 40.319. O PSDB concorre com 32.650 e disputou em 2012 com 34.151. O PT que teve na última eleição 40.960 candidatos a vereador está agora com 22.259 candidatos. Partidos como o PCO que disputou em 2012 com 15 candidatos a vereador em todo o Brasil lançou nesta disputa 42 candidatos, menor número de candidatura entre todas as legendas, de acordo com dados da Justiça Eleitoral.

O percentual de candidaturas nas eleições deste ano continua mostrando uma disparidade entre homens e mulheres se comparado com o número total de eleitores. Enquanto o eleitorado é composto por 52% de mulheres e 48% de homens, as candidaturas mostram que nas disputas o percentual de mulheres candidatas é 32% contra 68 % de homens. Dos 16.556 candidatos às prefeituras municipais 14.418 são do sexo masculino e 2.149 são mulheres. Na disputa para vereadores, de acordo com os dados do TSE, o número de mulheres candidatas chega a quase 50% do de homens candidatos. Ou seja: são 153.314 candidatas do sexo feminino contra 310.062 do sexo masculino.