22°
Máx
17°
Min

Em 27 anos, número de processos se multiplicou 80 vezes, diz ministro do STJ

(Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil) - Em 27 anos, número de processos se multiplicou 80 vezes, diz ministro do STJ
(Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil)

Em 27 anos, o número de processos em todas as esferas do Judiciário aumentou aproximadamente 80 vezes. Os dados são do ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em 1988, ano da nova Constituição, foram ajuizadas 350 mil ações. Em 2014, 30 milhões. "Esse número nunca parou de crescer", afirmou o ministro, que esteve em São Paulo, na sexta-feira, 17, para uma palestra do Instituto dos Advogados de São Paulo sobre o impacto do novo Código de Processo Civil na Corte.

"Outro dia eu recebi, no STJ, um juiz da China. Eu expliquei para ele a quantidade de novas demandas. Quando eu disse o número, ele virou para a intérprete e disse que havia uma falha na tradução. Eu pedi para repetir, ele pediu para ver o número, 30 milhões. Ele ficou estarrecido", contou Salomão.

De acordo com o ministro, em 2001, foram ajuizados 12 milhões de processos, em 2009, 25,3 milhões e 2011, 26,3 milhões. Em 1988, havia 4.900 juízes. Em 2014, eram 16.927 magistrados.

"Nesses 27 anos de Constituição, o número de processos ajuizados se multiplicou 80 vezes enquanto o número de juízes não chega a quadruplicar. Somos 17 mil hoje. Mas ainda assim nosso problema não é esse. Nós estamos bem na média mundial de juízes por 100 mil habitantes. Nós temos oito juízes por 100 mil. Nosso problema está na carga de trabalho", afirmou.