24°
Máx
17°
Min

Em São Paulo, manifestantes aguardam discurso de Lula na Paulista

Milhares de pessoas ocupam a avenida Paulista nesta sexta-feira, 10, em ato a favor da presidente afastada Dilma Rousseff e contra o presidente em exercício, Michel Temer. Eles aguardam a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que confirmou presença e deve chegar por volta das 19h para fazer discurso. A manifestação, que pede a saída de Temer do governo, começou por volta das 17h e ocorre de maneira pacífica.

O ato é organizado pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, formadas por organizações ligadas aos movimentos sociais de esquerda. Os organizadores e a Polícia Militar ainda não divulgaram uma estimativa de público, mas as pessoas estão concentradas no trecho da avenida que vai da Alameda Ministro Rocha Azevedo até a Rua Professor Otávio Mendes, próximo ao Masp.

A avenida está bloqueada nos dois sentidos. As pessoas que participam do ato vestem, predominantemente, camisas vermelhas e exibem cartazes com frases como "Volta Dilma" e "Vaza Temer". Além disso, entoam gritos como "não tem arrego, ou sai o Temer ou não vai ter sossego".

Este é o primeiro ato público de Lula em São Paulo desde que Dilma Rousseff foi afastada pelo Senado. Na terça-feira, 7, ele esteve no Rio de Janeiro e disse que espera o retorno de Dilma ao cargo, para "corrigir os erros que cometeu". Pela manhã, Lula reuniu-se por cerca de uma hora e meia com Dilma Rousseff, na sede do instituto Lula, na capital paulista. Ela deixou o local por volta de meio-dia e seguiu para Brasília.

Lula deverá discursar no cruzamento da Paulista com a Rua Professor Otávio Medes, onde está posicionado um caminhão com caixas de som. Uma faixa pendurada no caminhão diz: "Fora Temer, não ao golpe". Antes de Lula, Chico César fará uma apresentação musical e líderes dos movimentos sociais farão discursos.