22°
Máx
14°
Min

Em tratamento contra câncer, governador do Rio permanece internado

O governador do Estado do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), permanece internado para tratar uma gastroenterite no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na zona sul. A infecção é considerada comum em pacientes que se submetem a quimioterapia, de acordo com informações do corpo médico divulgadas nesta segunda-feira, 16, pelo governo estadual. Pezão está licenciado do cargo desde 28 de março para fazer tratamento contra um câncer no sistema linfático.

O quadro clínico do governador é estável, informa o boletim. Pezão foi internado no fim da tarde de sábado, 14, quando apresentava febre. Ele vem sendo tratado com antibiótico, está no quarto e não tem previsão de alta. No comunicado do governo estadual, o oncologista Daniel Tabak, que assiste o governador, afirma que a alteração é comum em pacientes que fazem tratamento quimioterápico.

"É um tipo de alteração muito comum nessa fase de pós-quimioterapia. O tratamento é muito tóxico, as defesas caem e deixam pacientes vulneráveis a infecções intestinais, pulmonares e cutâneas. O caso dele é menos grave que os demais. Ele vai ficar no hospital até que se recupere por completo dessa infecção", disse o médico.

Pezão esteve internado pela última vez entre 28 de abril e 3 de maio para tratar de uma infecção cutânea no acesso do cateter em que recebe a quimioterapia. Ele foi diagnosticado em março com um linfoma não-Hodgkin, câncer que afeta o sistema de defesa do organismo. No último dia 10, ele estendeu o período de licença médica até 30 de julho. Neste período, a administração do Estado será conduzida pelo vice-governador Francisco Dornelles (PP).