22°
Máx
17°
Min

Estado vai investir mais R$ 33 milhões em hospitais públicos e filantrópicos

(Foto: Venilton Küchler / AEN) - Estado vai investir mais R$ 33 milhões em hospitais públicos e filantrópicos
(Foto: Venilton Küchler / AEN)

Principal programa de governo estadual na área hospitalar, o HospSUS terá mais R$ 33,7 milhões ao ano para investimento em hospitais públicos e filantrópicos do Paraná. O incremento foi anunciado pelo secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, segunda-feira (14), durante as comemorações dos 30 anos da Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Paraná (Femipa), em Curitiba. 

Na solenidade, o secretário destacou o peso da filantropia na rede pública de saúde, ao afirmar que grande parte dos avanços conquistados nos últimos anos se deve aos hospitais filantrópicos. “O aumento no número de transplantes, o mutirão paranaense de cirurgias eletivas e a redução dos índices de mortalidade materno-infantil e por causas externas são prova disso”, ressaltou. 

Segundo ele, em cinco anos o governo estadual já aplicou cerca de R$ 381 milhões no HospSUS, beneficiando 255 hospitais com atendimento gratuito pelo SUS. Este foi um dos primeiros programas estruturantes lançados pelo governador Beto Richa, em 2011, afirmou. 

De lá pra cá, foram destinados pelo menos R$ 262 milhões para cobrir despesas de custeio dos hospitais e outros R$ 119 milhões para investimentos em obras e equipamentos nessas unidades. 

Avanços

Um dos resultados mais expressivos do programa foi a ampliação da retaguarda de leitos de alta complexidade em todo o Paraná. Desde 2011, 538 leitos de UTI adulto, pediátrico e neonatal foram incorporados à rede pública de saúde. 

“Isso mostra que tudo que estamos fazendo tem impacto direto na qualidade do atendimento à população. São investimentos que salvam vidas e garantem assistência adequada ao paciente, independente da região que vive”, enfatizou Caputo Neto. 

O objetivo agora é tornar o HospSUS uma política de Estado, maior que um programa de governo. “Vamos encaminhar à Assembleia um projeto para institucionalizar o HospSUS e transformá-lo em lei para que o incentivo à filantropia seja permanente”, disse o secretário, já pedindo o apoio dos deputados Drº Batista e Márcio Nunes, presentes no evento.

Colaboração AEN.