23°
Máx
12°
Min

Ex-ministro Guido Mantega é preso na Operação Lava Jato

(Foto: Arquivo / Agência Brasil) - Ex-ministro Guido Mantega é preso na Operação Lava Jato
(Foto: Arquivo / Agência Brasil)

O ex-ministro Guido Mantega foi preso na manhã desta quinta-feira (22) na 34ª fase da Operação Lava Jato. Ele estava no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde acompanhava a mulher em uma cirurgia. O mandado contra ele é de prisão temporária. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

Policiais federais estiveram na casa do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. Ele é suspeito de atuar para arrecadar propinas para o PT em 2012 em contratos de duas plataformas, P67 e P70.

De acordo com a PF, nesta operação, as investigações apontaram que, em 2012, "um ex-ministro da Fazenda teria atuado diretamente junto ao comando de uma das empresas para negociar o repasse de recursos para pagamentos de dívidas de campanha de partido político da situação. Estes valores teriam como destino pessoas já investigadas na operação e que atuavam no marketing e propaganda de campanhas políticas do mesmo partido", traz o comunicado à imprensa divulgado na manhã de hoje.

A 34ª fase é chamada Operação Arquivo X e cumpre 49 mandados judiciais, sendo 33 de busca e apreensão, oito de prisão temporária e oito de condução coercitiva. Nesta fase são apurados os crimes de corrupção, fraude em licitações, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

A PF ainda informou que os fatos relacionados à operação indicam que a formação de consórcio para a construção de plataformas  de exploração de petróleo do pré-sal. No entanto, as empresas não tinham experiência ou estrutura para isto. Mantega teria intercedido juntamente com uma destas empresas para negociar repasse de propina.