26°
Máx
19°
Min

Fiep sinaliza apoio a um governo de Michel Temer no caso de impeachment de Dilma

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná, Edson Campagnolo, sinalizou apoio a um eventual governo de Michel Temer (PMDB), atual vice-presidente da República, no caso de um impeachment da presidente Dilma Rousseff. O executivo contou que, após encontro com empresários de seu Estado, foi validado um manifesto a favor da "derrubada" da presidente Dilma.

"Quando olhamos para frente, não conseguimos enxergar uma luz no final do túnel, mas nós temos um vice-presidente, que na ordem constitucional deve receber esse posto da presidência", afirmou o executivo em entrevista ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, após encontro na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). "Qualquer grupo político que dentro da ordem constitucional vier a assumir, daremos um voto de confiança porque não podemos esperar mais três anos para findar esse governo", disse.

O executivo minimizou o possível impacto de denúncias feitas contra Temer sobre um eventual mandato dele como presidente. E, para o objetivo de alcançar o impeachment de Dilma, o executivo disse também que devem ser feitos "esforços" para "conscientização" de parlamentares paranaenses sobre o processo.