22°
Máx
17°
Min

“Fruet acha que está indo bem, mas tem deixado a desejar no básico”, diz Rogério Campos

(Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores) - “Fruet acha que está indo bem, mas tem deixado a desejar no básico”, diz Rogério Campos
(Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores)

“Eu reclamo da falta manutenção, da falta de cuidados básicos com o bairro na comunidade que eu represento”. A frase é do vereador Rogério Campos (PSC), que foi eleito e representa a região do Bairro Tatuquara. De acordo com ele, existe uma “birra” por parte dos representantes da administração regional da Prefeitura. “A Administração Pública abandonou o bairro, tudo que a comunidade me pede eu repasso, faço requerimentos, mas não somos atendidos”, diz. “Mas, parece que tem uma questão de ‘birra’ política, porque os representantes da Administração Regional, que são ligados diretamente ao prefeito, se dão ao trabalho de chamar uma liderança do bairro, pede para ele assinar um requerimento e aí, diz para a população que resolveu o problema”.

Campos chamou a atenção para vários problemas pelos quais a comunidade vem passando. “Falta segurança, tem muitos lotes com mato, mas é muito mato, locais que estão sendo usados para esconderijos e uso de drogas e para outras situações ilícitas”, afirma. “Falta muita coisa”.

O vereador contou que solicitou ‘diversas’ vezes à Prefeitura a roçada desses matos, mas que cansou do que classificou como ‘descaso’ e resolveu botar a mão na massa. “Junto com minha equipe, roçamos todos os terrenos entre o Tatuquara e o Campo do Santana. E, olha, fui alertado várias vezes que poderia ter problemas por isso. Agora, a Prefeitura não faz e eu ainda poderia ter problemas por fazer o que para eles é obrigação”, desabafou.

Fato é, que o tempo passou e sem manutenção o mato cresceu e este mesmo mato, conforme Campos, pode ter colaborado para o grave acidente registrado no último dia 12, em um cruzamento do bairro, em que três pessoas morreram. “O policial responsável pelo Pelotão de Trânsito afirmou que a visibilidade no cruzamento estava prejudicada pelo mato. Três pessoas morreram lá e isso pode ter acontecido por conta do matagal, é muito grave”.

Escola

Outra ‘falha’ apontada pelo vereador, é relacionada a rua que passa em frente ao Cmei e a uma escola do bairro. “O asfalto estava intransitável. Depois de muitas solicitações e de conseguir uma emenda parlamentar a via foi revitalizada”, contou. “Acontece que, por conta das crianças, e são crianças pequenas, existia no local uma lombada e uma travessia elevada que foram retiradas para a revitalização e não voltaram a ser implantadas”.

O vereador destacou que com isso já se vão cinco meses. “Era para ser colocada a lombada e a travessia de volta em 15 dias, no máximo. Eu vou colocar uma faixa ali, perguntando se a prefeitura vai esperar acontecer uma tragédia para só depois tomar providências”.

Rogério Campos disse que em sua opinião, a administração do prefeito Gustavo Fruet tem deixado a desejar em várias situações. “Ele (Fruet) acha que está indo bem, mas está deixando muito a desejar, tem pecado no básico do feijão com arroz”.