27°
Máx
13°
Min

Governador de AL discute alongamento da dívida do Estado com ministro da Fazenda

O governador de Alagoas, Renan Filho, se reunirá na nesta terça-feira, 12, com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, para tratar do alongamento da dívida do Estado por meio do projeto que está em discussão no Congresso Nacional.

O Estado de Alagoas não pretende entrar, neste momento, no Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a utilização de juros simples na correção da dívida estadual como fez Santa Catarina, que recebeu o benefício. Nas contas de janeiro de 2013, a dívida do Estado era de R$ 6,8 bilhões.

A reunião de Renan Filho com o ministro da Fazenda está marcada para as 11h no gabinete de Barbosa. Segundo fontes ouvidas, o governador não acha necessário entrar nesse mérito agora para não envolver seu pai, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em mais um embate político num momento de crise com a votação do processo de impeachment.

Na avaliação do governador, as contrapartidas exigidas pelo governo para o alongamento da dívida são cabíveis dentro das contas do Estado. O governo pretende usar os recursos da renegociação para investimentos e obras estruturantes. Sobre os gastos com folha de pagamento, o Estado informou que está com os vencimentos em dia.

Outra preocupação do governador e que pode ser debatida com o ministro da Fazenda é a questão dos reajustes dos servidores públicos. Em Alagoas, a renegociação salarial dos servidores é feita no mês de maio.