20°
Máx
14°
Min

Haddad discute com comentarista político após ser acusado de 'trabalhar pouco'

O prefeito de São Paulo e candidato à reeleição pelo PT, Fernando Haddad, discutiu com o comentarista político e historiador Marco Antonio Villa durante uma entrevista à Rádio Jovem Pan na manhã desta segunda-feira, 12. O desentendimento aconteceu após Villa acusá-lo de "trabalhar pouco" ao longo dos últimos dois anos.

Villa disse que sua agenda "não representou compromisso com o trabalho" e afirmou que o prefeito, "indignado, ao invés de trabalhar mais, a falsificou, motivo inclusive do Ministério Público ter entrado com uma ação de improbidade administrativa".

'Pegadinha'

Em 16 de maio deste ano, Haddad divulgou uma "agenda pública falsa" somente com despachos internos para fazer uma "pegadinha" com Villa. Desde aquela época, o comentarista político lia a agenda do prefeito no ar e falava que "ele não gostava de trabalhar".

A informação falsa chegou a ser motivo de uma publicação crítica de Haddad em uma rede social com o título "Trote num pseudointelectual". Depois da atitude, o Ministério Público do Estado entrou com uma ação civil contra o prefeito por improbidade administrativa.

Bate-boca

Irritado com a fala, Haddad questionou "Você vai terminar tua pergunta?". Em resposta, Villa falou que "na democracia é assim. A gente ouve e fala. (..) Você tem um problema emocional para não trabalhar? Você tem um problema físico?", provocou.

O candidato à reeleição afirmou ser difícil respeitar o trabalho de jornalista de Villa e que o comentarista deveria fazer uma comparação entre as agendas de outros políticos, não apenas denegri-lo. "Você não perguntou? Agora ouça. E você também está sendo processado por calúnia e difamação."

"Por quem?", questionou Villa. "Por mim", respondeu o prefeito. "Eu já entrei no Ministério Público. Você vai responder judicialmente e vai ter que provar todas as ofensas na Justiça".

Mesmo com tentativas de parar com a discussão por parte de outros jornalistas, eles entraram em um bate-boca com diversas trocas de acusações, mas sem xingamentos, ao que Haddad declarou: "você quer interpretar minha agenda sem ter ocupado nenhum cargo público na vida." Villa rebateu : "Quer dizer que para analisar precisa ter exercido uma função pública?"

"Não, você precisa no mínimo comparar as agendas. Eu tenho ponto. O horário que eu chego e saio da Prefeitura é registrado, coisa que você nunca fez. O teu interesse é difamar e caluniar as pessoas que pensam diferente de você. Você vai responder judicialmente por essa frase", alegou Haddad.

Villa continuou falando: "você não trabalha. Perfeito. Não ameace não. O senhor não trabalha" ao que Haddad encerrou "Isso não é uma ameaça. Você já está sendo processado".