22°
Máx
14°
Min

Imprensa estrangeira destaca busca por apoio em votação e esquema de segurança

A imprensa internacional acompanha as últimas horas antes da votação do impeachment e destaca a busca frenética por apoio dos deputados que votarão mais tarde no Plenário. O Financial Times destaca a participação popular e o muro em Brasília para separar os grupo. A BBC chama atenção para a votação em pleno domingo e que contará com a transmissão ao vivo pela televisão. O espanhol El País diz no título que a presidente Dilma Rousseff tem "poucas chances de vitória".

O jornal britânico Financial Times publicou reportagem na internet no início da tarde europeia em que destaca a expectativa de protestos em massa contra e a favor do processo de impeachment. O texto destaca o muro de metal levantado para separar os grupos em plena Esplanada dos Ministérios. Enquanto isso, o FT chama atenção que oposição e governo têm dito que já contam com votos suficientes para a saída da presidente e interromper o processo, respectivamente. "Em uma demonstração de confiança, a senhora Rousseff saiu para o seu passeio matinal de bicicleta", diz o jornal.

A principal emissora de televisão da Grã-Bretanha, a BBC, destaca o forte esquema de segurança montado em Brasília e o fato de que a sessão, em pleno domingo, deve ter transmissão ao vivo pela televisão. Na internet, a BBC ressalta que Dilma é acusada pela oposição de manipular as contas públicas, enquanto o governo acusa o movimento de "golpe". A reportagem também cita artigo de Dilma publicado no sábado em que a presidente diz que a oposição "quer condenar uma mulher inocente e salvar os corruptos".

O jornal britânico The Guardian publica na edição de domingo uma reportagem em que destaca as negociações de última hora entre governo e oposição para atrair deputados. "Jornais brasileiros sugerem que a oposição já tem os dois terços necessários para impedir a presidente. Mas com o processo ainda em curso, os dois lados estão em um frenético processo para atrair votos e conseguir apoio popular", diz o jornal.

Na Espanha, o jornal El País diz que Dilma encara o seu "dia D" com poucas chances de vitória. Para o principal jornal espanhol, "o caráter intransigente e direto (da presidente), entre outros fatores, fez com que o Congresso lhe desse as costas". O El País faz uma recapitulação dos últimos meses da crise política no Brasil e também ressaltou a "esperança" do governo que "negocia desesperadamente e até o último momento com os deputados indecisos para contornar as previsões".

A rede de televisão do Catar Al Jazeera destaca que oposição e governo correm até o último minuto antes da votação e manifestantes já estão nas ruas protestando contra e a favor do processo. A emissora diz que ambos movimentos sociais tentam aumentar a pressão sobre os parlamentares.