22°
Máx
17°
Min

Integrantes da bancada evangélica oram por Temer no Jaburu

De portas abertas ao longo de toda a semana para receber apoio e demandas dos deputados que já se posicionaram pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer recebeu nesta quinta, 14, no Palácio do Jaburu integrantes da bancada evangélica.

De van, os deputados do Partido Social Cristão (PSC) desembarcaram na residência oficial do vice para "dar uma palavra de apoio" e fazer uma "oração" pelo peemedebista.

"O PSC já fechou 100% a favor do impeachment. Por isso, fomos cumprimentar o Michel e desejar boa sorte", afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo o líder do PSC, André Moura (SE). Ele ressaltou que tem frequentado o Palácio ao menos quatro vezes por dia e em todas ocasiões tem levado novos integrantes da bancada evangélica para apresentá-los a Temer. "É um gesto de apoio, de solidariedade. Fizemos uma oração por ele, pelo Brasil", afirmou o deputado Gilberto Nascimento (PSC-SP).

Tanto Moura quanto Nascimento negam que tenha havido qualquer negociação a respeito de espaços para a legenda num futuro governo Temer.

Desde o início da semana, com a intensificação da debandada dos partidos da base aliada do governo Dilma e os avanços das discussões do impeachment, o Palácio do Jaburu virou ponto de encontro de parlamentares de várias legendas. Todos têm feito questão de se apresentar como apoiadores de primeira hora do peemedebista. O gesto tem como pano de fundo tentar assegurar um posto privilegiado nas futuras negociações por cargos.