21°
Máx
17°
Min

Juízes lançam campanha sobre responsabilidade social em momento de crise

A Associação dos Magistrados Brasileiros, uma das mais importantes da categoria, lançou na noite de segunda-feira, 9, em Brasília a campanha #SomosTodosJuízes, para conscientizar a população sobre o papel de cada um ao tomar decisões diante do grave momento de crise política e moral pelo qual passa o País.

O evento, no hotel Brasília Palace, reuniu magistrados de todo o Brasil, ministros, autoridades e a imprensa. "Queremos fazer uma provocação à cidadania, trazer uma reflexão sobre o papel de cada cidadão neste momento de crise no Brasil. Nossa intenção é estimular a cidadania, falar sobre a cultura do transgredir e propor um enfrentamento a este problema", afirmou o presidente da AMB, João Ricardo Costa.

Este ponto também foi defendido pelo vice-presidente de Comunicação, Gil Guerra. "A campanha tem a intenção de despertar em cada um a consciência de nós mesmos. Nos fazer refletir sobre nossas responsabilidades diante das escolhas que fazemos, não apenas sob a ótica dos magistrados, mas como cidadãos".

Além de presidentes de associações regionais de magistrados, o evento também foi prestigiado pelos ministros Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), Herman Benjamin e Paulo de Tarso Sanseverino, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Encontrar uma solução para o conturbado momento político do País também é uma das preocupações da campanha. Para reforçar esse compromisso, a AMB divulgou a "Declaração de valores da magistratura e da sociedade brasileira", um documento em defesa de ideais éticos nas relações sociais.

"A polarização política não permite que se criem condições de formular uma proposta adequada para o País. Com essa campanha, queremos buscar entendimento nos segmentos que querem serenidade", disse João Ricardo.

A campanha terá três fases. A primeira delas conta com depoimentos de crianças falando sobre como agem quando precisam tomar decisões. Depois, será a vez de magistrados conversarem com profissionais de outras áreas sobre as rotinas de trabalho. A terceira fase contará com o depoimento de celebridades.

"A iniciativa é oportuna e muito relevante, porque, ao mesmo tempo em que realça o papel dos magistrados e a importância de um Judiciário independente e firme, destaca simultaneamente a responsabilidade de todos os cidadãos por aquilo que a sociedade deseja", observou Fachin.

Sanseverino afirmou que a campanha busca resgatar a ética. "Na verdade, o controle das grandes questões não cabe apenas ao Poder Judiciário, mas a toda população. Cada um tem que ser juiz das pequenas situações".

"Os juízes representam cada um dos brasileiros. No dia a dia, cada um de nós é juiz e juíza, seja como mãe ou pai de família, como vizinho, amigo. Em todas as circunstâncias cotidianas há decisões a serem tomadas, há julgamentos a serem feitos. São essas as razões que me levam a festejar essa campanha, que, além de tudo, é criativa e põe o tema da magistratura numa outra perspectiva", disse Herman Benjamin.