24°
Máx
17°
Min

Justiça determina bloqueio de bens de prefeito e secretária municipal

(Foto: Google Street View) - Justiça determina bloqueio de bens de prefeito e secretária municipal
(Foto: Google Street View)

O Juízo da Vara de Fazenda Pública de Paranaguá determinou a indisponibilidade de bens do prefeito, da ex-secretária municipal de Administração e Recursos Humanos - e que é a atual secretária de Meio Ambiente - e uma ex-servidora comissionada do gabinete do prefeito. A informação foi divulgada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) nesta segunda-feira (12).

O bloqueio atendeu a um pedido da 4ª Promotoria de Justiça de Paranaguá e está relacionacionado com uma ação de responsabilização por atos de improbidade administrativa.

Segundo o MP-PR, as investigações tiveram início após uma denúncia e apontaram que o prefeito e a então secretária de Administração e Recursos Humanos nomearam uma servidora para trabalhar no gabinete. No entanto, a servidora não teria desempenhado a função entre setembro de 2015 e março de 2016.

O MP-PR solicita a devolução aos cofres municipais de R$ 24 mil, referentes a todos os salários pagos à servidora. Os citados estarão sujeitos às penas da Lei da Improbidade, o que inclui perda de função, suspensão de direitos políticos e pagamento de multa.

Colaboração Ministério Público do Paraná