20°
Máx
14°
Min

Kátia Abreu diz que esposas estão pedindo que senadores votem a favor de Dilma

Uma das principais aliadas da presidente afastada Dilma Rousseff, a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) afirmou nesta segunda-feira, 29, que o discurso da petista na sessão de julgamento final do impeachment no Senado está ajudando a convencer senadores a votarem contra a saída da petista. Segundo a peemedebista, há "uns três" senadores cujas esposas estão mandando mensagens aos maridos pedindo que votem a favor de Dilma.

"O discurso dela tem sido uma reiteração de que não tem crime. As esposas de alguns senadores estão começando a dar palpite. Muitos me mostraram as mensagens de celular das esposas dizendo que eles não podem votar pelo impeachment, porque não teve crime", afirmou à reportagem, sem nomear os parlamentares. Para a senadora, que foi ministra da Agricultura de Dilma, ainda é possível reverter votos. "Esse jogo não está jogado", disse.

Kátia Abreu tem conversado a todo instante com senadores no plenário. Um dos principais alvos são os senadores que foram ministros de Dilma, como Edison Lobão (PMDB-MA). "Ele gosta muito dela e do (ex-presidente) Lula", comentou Kátia. O peemedebista votou contra Dilma nas duas primeiras votações do impeachment no Senado, mas tem mantido segredo sobre seu voto no julgamento final, previsto para esta terça-feira, 30.