20°
Máx
14°
Min

Lewandowski abre sessão de terça do julgamento final do impeachment

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, abriu às 10h26 desta terça-feira, 30, o quinto dia de sessão do julgamento final do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff no Senado Federal.

Os trabalhos serão retomados com o debate entre acusação e defesa. Os advogados de cada parte terão uma hora e trinta minutos cada para as últimas considerações. Caso queiram, os advogados de cada lado podem ainda solicitar um tempo extra de uma hora para falar.

Após essas considerações, começarão os discursos dos senadores. Pelo menos 61 dos 81 senadores já se inscreveram. Cada parlamentar terá 10 minutos para discursar. O primeiro inscrito é o senador Gladson Cameli (PP-AC), favorável à saída de Dilma.

O presidente do Supremo já avisou que deve suspender o julgamento, para impedir que a sessão avance a madrugada. Dessa forma, a votação final do impeachment deve ficar somente para a manhã da quarta-feira, 31.