24°
Máx
17°
Min

Lewandowski chega ao plenário do Senado para sessão final do impeachment

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, chegou por volta das 9h10 desta quinta-feira, 25, ao plenário do Senado, onde presidirá o julgamento final do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. A expectativa era de que a primeira sessão começasse às 9 horas, mas, atrasou porque não há quórum para abrir os trabalhos.

Nesta quinta-feira, estão previstos os depoimentos das duas testemunhas de acusação e de outras duas das seis testemunhas de defesa. Antes das oitivas, o presidente do STF responderá as questões de ordem feitas pelos senadores. Aliados de Dilma pretendem apresentar uma série de questionamentos para alongar o processo. Como mostrou a Coluna do Estadão, Lewandowski responderá as questões em bloco.

O julgamento final do processo de impeachment de Dilma começa nesta quinta-feira e deve seguir até a próxima quarta-feira, 31 de agosto. Os aliados do presidente em exercício Michel Temer (PMDB) querem acelerar o processo, para que o peemedebista possa viajar para a reunião G-20 na China. Por esse motivo, diminuíram o número de testemunhas de acusação para apenas duas.