27°
Máx
13°
Min

Lewandowski defere pedido da defesa para ouvir só mais uma testemunha hoje

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, deferiu nesta noite pedido da defesa da presidente afastada Dilma Rousseff para que senadores só ouçam mais uma testemunha de defesa nesta sexta-feira, 26. Com a decisão, as duas últimas testemunhas só serão ouvidas neste sábado, 27.

Lewandowski, que é responsável por conduzir o julgamento final do impeachment no Senado, também autorizou o pedido da defesa para trocar a próxima testemunha que falará. O ex-secretário executivo do Ministério da Educação do governo Dilma Luiz Cláudio Costa será o próximo a ser ouvido, em vez do ex-ministro da Fazenda, Nelson Barbosa.

A previsão da defesa é de que Barbosa seja o primeiro a falar na sessão deste sábado, ainda sem hora exata para começar. Após o ex-ministro, senadores ouvirão o professor Ricardo Lodi. Senadores ligados à acusação, porém, pedirão a suspeição de Lodi, para que ele seja ouvido apenas como informante, como ocorreu com outras testemunhas.