23°
Máx
12°
Min

Líder do DEM defende obstrução a votações na Câmara até março


O líder do DEM na Câmara, Pauderney Avelino (AM), defendeu nesta segunda-feira, 15, obstrução a votações de matérias do governo na Casa até março, quando as comissões permanentes devem ser instaladas. Segundo ele, nesta terça-feira, 16, líderes opositores se reunirão para tentar fechar uma posição conjunta da oposição em relação às propostas enviadas pelo Executivo.

Atualmente, pelo menos duas medidas provisórias (MPs) trancam a pauta da Câmara: uma que reduz o número de ministérios de 39 para 31 e outra que prorroga autorização para bancos públicos, como Caixa Econômica e Banco do Brasil, comprarem participação em outros bancos. "A disposição do DEM é fazer obstrução", afirmou Avelino em entrevista, ponderando que a decisão será fechada em reunião amanhã.

Também trancam a pauta da Câmara dois projetos de Lei do Executivo. Um deles é o que fixa normas para o cálculo o teto de remuneração tanto para servidores públicos quanto para agentes políticos. O outro projeto é o que tipifica o crime de terrorismo, já aprovado pelo Senado Federal.