22°
Máx
17°
Min

Liminar garante mandato de Paulo Rink como vereador

(Foto: Divulgação) - Liminar garante mandato de Paulo Rink como vereador
(Foto: Divulgação)

O vereador Paulo Rink (PR), alvo de um processo de infidelidade partidária, vai continuar no cargo até que os recursos do caso sejam julgados em última instancia. A decisão foi despachada ontem (13) pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

O decreto sobre a perda do mandato foi divulgado no dia 23 de maio, quando o relator do processo, Paulo Afonso da Motta Ribeiro, classificou a mudança de Rink do PPS para o PR como infidelidade partidária. O texto, no entanto, não apresentava o prazo para o cumprimento da decisão.

Na semana passada foi determinado que a Câmara teria 10 dias para cassar o mandato do vereador, que recorreu pedindo a suspensão da decisão até que os recursos sejam julgados, o que não tem prazo para acontecer. O presidente do TRE, desembargador Luiz Fernando Tomasi Keppen, concedeu a liminar e enquanto isso, Rink continua como vereador de Curitiba.