20°
Máx
14°
Min

Lula chega para reunião do diretório nacional do PT em hotel no centro de SP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou por volta das 12h desta quinta-feira, 15, em um hotel no centro de São Paulo no qual ocorre a reunião do diretório nacional do PT. Ele evitou passar por onde os jornalistas estavam concentrados aguardando sua chegada e entrou por uma porta alternativa. Alguns apoiadores o receberam com gritos de "Lula, guerreiro, do povo brasileiro".

Um dos advogados de Lula, Cristiano Zanin Martins, também chegou ao local. Ele afirmou que a denúncia do Ministério Público Federal feita nesta quarta-feira, 14, é absolutamente "descabida e fantasiosa". Segundo ele, a defesa pretende tomar ações contra essa denúncia, mas ainda está estudando o caso e por isso não irá revelar sua estratégia.

Já o senador Humberto Costa (PT-PE) disse acreditar que o juiz Sérgio Moro vai aceitar a denúncia contra Lula, já que o objetivo de todo esse esquema é condenar o ex-presidente em segunda instância e, assim, torná-lo inelegível pela lei da Ficha Limpa. Já sobre um eventual pedido de prisão contra Lula, Costa disse que isso seria "um ato de insanidade". "Não há provas, não há nada que diga que Lula cometeu algum crime".

Costa afirmou que o MP deveria buscar a verdade, desprovido de partidarismo, e que o "espetáculo pirotécnico" de ontem prejudicou a imagem da instituição. "Para que existe a investigação? Para se encontrar provas. Não pode acontecer que a sua convicção apenas prevaleça", comentou.