23°
Máx
12°
Min

Lula deve acumular ministério com comando de 'Conselhão'

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse a amigos que aceita assumir a Secretaria de Governo, hoje ocupada por Ricardo Berzoini, mas aguarda a conversa com a presidente Dilma Rousseff, ainda nesta terça-feira, 15, para saber se terá carta branca para fazer as mudanças que julga necessárias, até mesmo na política econômica. Além de cuidar da articulação política do governo com o Congresso e da relação com os movimentos sociais, na ofensiva contra o impeachment, Lula também ficará responsável pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

O Conselhão, como é conhecido, foi montado em 2003, no primeiro mandato de Lula, reunindo representantes do governo, trabalhadores e empresários. Foi praticamente esquecido por Dilma até que, no auge da crise política, ela pediu para o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, reativá-lo. Recentemente, porém, o Conselhão voltou a ficar subordinado à Secretaria de Governo.

Pouco antes de chegar a Brasília para a conversa definitiva com Dilma, Lula disse a um deputado de partido aliado: "Quero saber o que ela espera de mim". Berzoini sempre foi um dos maiores defensores da entrada de Lula no governo e pode ser deslocado para a secretaria executiva da Pasta que hoje comanda.