22°
Máx
17°
Min

Lula diz que governo Temer não estimula a economia

(Foto: Divulgação) - Lula diz que governo Temer não estimula a economia
(Foto: Divulgação)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje que, em sua avaliação, o governo de Michel Temer não tem representatividade internacional e que suas ações não estão estimulando a economia. "O pobre precisa ter crédito", apontou, para poder adquirir bens de consumo duráveis e não duráveis, continuou. Segundo ele, quando a população que ganha menos volta a comprar, a indústria e o nível de atividade retomam a expansão.

Lula fez críticas ao governo do presidente Michel Temer, mas sem citar seu nome. "A gente que está lá não sabe governar, mas só vender patrimônio publico", disse. "Se é para vender assim, era melhor contratar vendedores, vai na Casas Bahia."

Para o ex-presidente, a população tem senso crítico aguçado e sabe que há o embate político entre partidos, mas também conhece quem são os líderes que atuam em benefício da população. "O povo quer é continuar avançando. Esse País não para. Eu vou pensar com o povo que esse País não para."

"Quanto mais ódio se estimula contra mim, mais amor se cria a favor do Lula", disse. Ele fez os comentários a jornalistas referindo-se a manifestações de políticos e populares que, na sua opinião, o atacam porque pensam que assim vão destruir o Partido dos Trabalhadores. "Só há um jeito deles tentarem me parar: evitar que eu ande pelo Brasil", afirmou.

Eleições

Para Lula, o PT vai ter um bom desempenho nas eleições municipais deste ano e o partido deve vencer em São Bernardo do Campo e Diadema. Ele elogiou o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e disse acreditar que o petista irá para o segundo turno das eleições municipais.