26°
Máx
19°
Min

Lula sabia de esquema na Petrobras, diz Delcídio a TV

Foto: Juca Varella / Agência Brasil - Lula sabia de esquema na Petrobras, diz Delcídio a TV
Foto: Juca Varella / Agência Brasil

O senador Delcídio Amaral (sem partido-MS) afirmou, em entrevista do Jornal Nacional, da TV Globo, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha ciência da corrupção na Petrobras e que acredita que a campanha de Dilma Rousseff recebeu dinheiro desviado da companhia.

"Lula Tinha ciência disso, conhecia claramente. Nomeou, junto com as bancadas, os principais diretores da Petrobras", disse.

Delcídio também afirmou que "não tem nenhuma dúvida" de que o esquema de corrupção da Petrobras irrigou as campanhas de 2010 e 2014 da presidente Dilma Rousseff.

"O tempo vai dizer, claramente. Daqui a algumas semanas as pessoas vão ter condições. Até na minha colaboração eu falo isso, e a minha colaboração vai fechar com dados que já foram levantados já em outras colaborações. Eu não tenho dúvida disso", afirmou.

O senador voltou a afirmar que o esquema de corrupção na Petrobras tem origem em outros governos. "Não é de agora que os diretores da Petrobras são indicados politicamente. Em outros governos também foram. Não estou dizendo todos, mas essa prática não é de agora", disse Delcídio, sem citar nomes de outros ex-presidentes.

Delcídio disse também que participou do núcleo que discutia a Lava Jato por ter trânsito nas empresas em que teria havido desvios. "Eu conheço todos os atores, eu fui empregado da Petrobras, eu fui empregado do sistema Eletrobras, eu conheci as principais empresas, os donos de empresa. E eu sabia das coisas", disse, afirmando que tinha como missão, enquanto líder do governo, aprovar os projetos do Executivo.

Revista

Em entrevista à edição da revista Veja deste final de semana, Delcídio disse que Lula comandava o esquema de corrupção da Petrobras e que a presidente Dilma "sabia de tudo". O senador acusou Lula e Dilma de tentar obstruir os trabalhos da Justiça.

Em nota divulgada neste domingo, a Presidência da República rebateu as declarações dadas por Delcídio à Veja e acusou o ex-líder do governo de fazer "ataques mentirosos e sem qualquer base de realidade" contra a presidente Dilma Rousseff.