20°
Máx
14°
Min

Manifestantes se reúnem para atos contra Temer nas capitais do Acre e da Paraíba

Na capital do Acre, o desfile de 7 de Setembro foi marcado pelo protesto de estudantes e profissionais da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Acre (Adufac). Com faixas da tese defendida pelo PT de "Diretas Já", o grupo entrou na avenida Getúlio Vargas, no centro de Rio Branco, com permissão da organização do evento. Foram vaiados por espectadores. "Anularam o meu voto. Fora Temer" e "Diretas Já" foram as faixas de maior destaque.

A Adufac já sentiu as consequências de fazer protesto no dia 7 de Setembro em situação que não era conveniente ao governo petista local. Há aproximadamente oito anos, quando os professores da Universidade Federal do Acre (Ufac) adotaram a luta dos estudantes para baixar o preço das passagens de ônibus, a polícia reagiu com violência na mesma avenida Getúlio Vargas. Professores foram levados em carros da polícia. No desfile desta quarta-feira, entretanto, nada disso aconteceu.

João Pessoa

Manifestantes se reuniram na manhã desta quarta-feira na Praça da Independência, em João Pessoa, para participar de desfile paralelo às comemorações oficiais do 7 de Setembro. O protesto contra o presidente Michel Temer tem faixas, cartazes e mulheres vestidas com bandeiras do Brasil.

Os grupos são ligados a movimentos sociais, à Frente Brasil Popular e integram o movimento unificado do Grito dos Excluídos e Excluídas. O protesto do feriado seguirá pelas principais ruas da capital da Paraíba em direção ao desfile cívico oficial, na avenida Duarte da Silveira.