24°
Máx
17°
Min

Marco Aurélio vota contra o afastamento do ministro da Justiça

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, abriu a primeira divergência do julgamento desta quarta-feira, 8, ao não reconhecer a ação movida pelo PPS e votar contra o afastamento do ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva.

Marco Aurélio disse que não achava adequada a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) apresentada pelo partido da oposição, mas que, se a maioria do seus pares a acatassem, ele votaria pela permanência do ministro no cargo.

Até agora, três ministros consideraram ser inconstitucional um membro do Ministério Público assumir um posto no Executivo. Para Marco Aurélio, a decisão sobre a saída de Wellington no ministério vai agravar ainda mais crise política no País.