24°
Máx
17°
Min

Matarazzo critica Doria por orientação sobre fotos

O vereador e candidato a vice-prefeito na chapa da peemedebista Marta Suplicy, Andrea Matarazzo (PSD) criticou neste domingo o empresário João Doria, candidato a prefeito pelo seu ex-partido, o PSDB, em razão da assessoria do tucano ter solicitado a jornalistas para não fotografar o candidato enquanto ele come em lugares públicos durante a campanha.

De acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S.Pauloem mensagem a jornalistas neste sábado, 20, um dos auxiliares do candidato do PSDB à Prefeitura da Capital solicitou que não sejam tiradas fotos ou feitas filmagens "quando ele estiver se alimentando". A razão teria sido as fotos do empresário, tiradas enquanto ele fazia caretas ao comer um pastel de rua e beber um cafezinho nas suas andanças de campanha, que viraram piadas na Web.

"Então a gente tem que dizer como cada um tem que ser fotografado, é isso? Ou seja, a campanha perde a sua originalidade de rua", afirmou Matarazzo, durante caminhada na Rua dos Pinheiros, onde ocorre uma festividade pelo aniversário do bairro.

O candidato a vice na chapa encabeçada pelo PMDB reforçou as críticas falando que a população percebe quem realmente tem experiência política. "Quem não conhece campanha, não conhece a política e não conhece a cidade, o importante é estar na frente do teleprompter sempre", disse.

Ao comentar o debate de amanhã, na TV Bandeirantes, Matarazzo voltou a reforçar a experiência de Marta como ponto forte e não deixou de criticar o prefeito e candidato à reeleição, Fernando Haddad (PT). "A sociedade vê quem conhece a cidade, quem tem experiência na cidade e que faz um programa de governo sem precisar recuar. Para a cidade, depois dessa devastação pela qual tem passado, é importante (o debate)."

A ausência de Luiza Erundina (PSOL) não irá beneficiar nem prejudicar Marta Suplicy, destacou ele. "Não interferiria nem para mais nem para menos. Existe a regra, se tem que mudar tem que ser combinado com todo mundo."