20°
Máx
14°
Min

MBL estima que 25 mil pessoas acompanham transmissão da votação em Porto Alegre

O Movimento Brasil Livre estima que 25 mil pessoas já circularam pelo Parque Moinhos de Vento, o Parcão, na capital gaúcha, onde grupos contrários ao governo da presidente Dilma Rousseff se reúnem para acompanhar a votação do processo de impeachment na Câmara dos Deputados. A Brigada Militar está fazendo o policiamento do local, mas não vai divulgar estimativa de público.

No Parcão há dois telões que estão transmitindo a sessão plenária de Brasília, além de um carro de som. No início da tarde, a Banda Loka Liberal, ligada ao MBL, animou os manifestantes cantando músicas contra Dilma em ritmo de marchinha de carnaval.

Porto Alegre tem um domingo extremamente quente. O sol forte predominou ao longo de todo o dia. Às 17 horas, o termômetro marcava 35 graus. Paula Cassol, porta-voz do MBL no Rio Grande do Sul, acredita que, devido ao calor, muitas pessoas decidiram sair mais tarde de casa e, por isso, o público no Parcão vai aumentar. "Estamos mobilizados, ansiosos pela votação. Esperamos que os deputados representem a vontade do povo e não negociem o seu voto", disse.

No ato pró-impeachment em Porto Alegre, a maior parte das pessoas vestem verde e amarelo. As faixas e cartazes criticam o PT e pedem a saída da presidente Dilma. Também há diversas faixas em defesa do juiz Sérgio Moro e da operação Lava Jato.

Na Praça da Matriz, no centro da cidade, os defensores do governo federal também se concentram para acompanhar a votação.