22°
Máx
17°
Min

Militantes do PSDB se impacientam com demora de resultado das prévias

Dezenas de militantes do PSDB subiram para o nono andar da Câmara dos Deputados, onde acontece a apuração das urnas eletrônicas do primeiro turno das prévias que definirão o candidato tucano à Prefeitura de São Paulo.

Um militante gritou exaltado:"tem mulher e criança lá em baixo, isso é uma falta de respeito". O resultado dos votos eletrônicos era esperado para 18h. Mais de uma hora e meia depois, nenhum porta-voz da direção municipal saiu para dar satisfação a centenas de militantes que aguardam no auditório externo da Câmara, no térreo.

A Executiva Municipal do PSDB se reuniu por quase três horas para decidir o que fazer em relação a votos computados manualmente. A reunião já terminou, segundo a assessoria de imprensa do diretório municipal, mas ninguém saiu da sala.

Militantes da campanha de Andrea Matarazzo e de João Doria começaram a trocar provocações no nono andar. Os apoiadores do vereador gritavam "Doria guerreiro, do povo com dinheiro", "voto não tem preço" e "eu nunca apoiei o Collor", em provocação ao empresário pelas acusações de ele ter comprado apoio da militância e de ter apoiado Fernando Collor. Do outro lado veio a resposta: "vai pro PSD" e "456, Kassab outra vez", em referência à proximidade de Matarazzo com o presidente do PSD e ex-prefeito de quem foi secretário, Gilberto Kassab.

O policiamento da Casa interveio e pediu aos militantes de ambos os lados para descerem e aguardarem o resultado no auditório do térreo.