22°
Máx
16°
Min

Militares manifestam preocupação com possibilidade de confronto

As manifestações consideradas espontâneas que eclodiram em todo o País por conta da decisão da presidente Dilma Rousseff em nomear o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil preocuparam as Forças Armadas.

Os militares estão acompanhando atentamente o desenrolar dos acontecimentos e o temor deles é de que possa haver confronto entre manifestantes, por exemplo, em frente ao Palácio do Planalto.

A expectativa é que, na manhã desta quinta-feira, militantes petistas certamente irão para a Praça dos Três Poderes para prestigiar a posse de Lula e dar apoio ao ex-presidente. O medo é que as pessoas contra a posse de Lula e o governo Dilma voltem a se aglomerar no mesmo local, como fizeram nesta quarta-feira, podendo provocar um enfrentamento entre os dois grupos opostos.

A proteção do Planalto foi reforçada pelo Batalhão de Guarda Presidencial (BGP) para evitar que haja algum prejuízo ao patrimônio público. O reforço da guarda permanecerá nesta quinta.

Os militares esperam que os órgãos de segurança pública estejam atentos e presentes não só em Brasília, mas nos demais estados para garantir a ordem pública.