20°
Máx
14°
Min

Moro intima Lula a depor como testemunha de Bumlai na Lava Jato


O juiz Sérgio Moro marcou para 14 de março depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como testemunha de defesa do pecuarista José Carlos Bumlai - réu em ação penal por corrupção e gestão fraudulenta de instituição financeira.

Bumlai e Lula são amigos desde 2002. O pecuarista foi preso em novembro em um dos desdobramentos da Lava Jato. Lula vai depor por videoconferência, ou seja, ele não vai ficar frente a frente com Moro.

Bumlai admitiu à Polícia Federal ter tomado um empréstimo de R$ 12 milhões, em outubro de 2004, no Banco Schahin. Ele afirmou que o destinatário do dinheiro foi o PT.

A força-tarefa da Operação Lava Jato afirma que, em troca do "socorro" financeiro para o PT, o Grupo Schahin foi beneficiado com um contrato, sem licitação, de um navio-sonda da Petrobras.