21°
Máx
17°
Min

Na avaliação de Leonardo Picciani, 90% do PMDB será favorável ao impeachment

(Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil) - Na avaliação de Leonardo Picciani, 90% do PMDB será favorável ao impeachment
(Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

O líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), anunciou formalmente nesta quinta-feira, 14, a posição majoritária da bancada a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. O deputado disse não se sentir constrangido por anunciar uma posição contrária à sua convicção pessoal - de que não houve crime de responsabilidade e que não há motivo para afastamento da presidente.

O líder confirmou que, em votação simbólica, 90% dos 54 deputados presentes na reunião ocorrida hoje foram a favor do impeachment. A bancada tem no momento 67 deputados e pode aumentar com a chegada de parlamentares que estavam licenciados.

Picciani afirmou que não teme perder a liderança por ter se mantido ao lado do governo, em posição minoritária. "Isso aconteceria se eu não expressasse a decisão da maioria", respondeu.

O líder não informou se todos os ministros do PMDB deixarão os cargos. Lembrou apenas que os ministros do partido que são deputados já foram exonerados para reassumirem as vagas na Câmara.

O deputado Hugo Motta calculou que apenas sete peemedebistas votarão com o governo no próximo domingo, 17, quando o plenário da Câmara decide sobre o processo de impeachment.