21°
Máx
17°
Min

Na véspera da votação de impeachment, Dilma faz ato com militância

Na véspera da votação do impeachment na Câmara, a presidente Dilma Rousseff vai começar o dia com uma visita aos milhares de militantes que vieram a Brasília para apoiá-la e estão acampados no estacionamento do ginásio Nilson Nelson.

O encontro de Dilma com integrantes de movimentos sociais e sindicais foi articulado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A ideia do ato deste sábado, 16, nas palavras de um assessor presidencial, é dar uma demonstração de força e incentivar a militância para que eles protestem contra o "golpe" nesta reta final do processo.

A ida de Lula ao evento ainda não está confirmada. Nesta sexta-feira, 15, o governo reuniu sua tropa e conseguiu reconquistar votos de deputados e embaralhar o placar do impeachment.

Neste sábado, as articulações irão continuar. Além de Lula e da própria presidente, ministros e parlamentares da base aliada vão passar o dia tentando convencer indecisos a votar contra o afastamento da petista.

Diante do pequeno fôlego conquistado por Dilma, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) decidiu voltar a Brasília para comandar de perto as articulações pró-impeachment. O plano inicial do peemedebista era permanecer em São Paulo durante o fim de semana.