21°
Máx
17°
Min

"Não pedi e nem preciso de espaço na Prefeitura", diz Mac Donald sobre governo de transição

- "Não pedi espaço e nem preciso", diz Paulo sobre transição de governo

Paulo Mac Donald (PDT) se pronunciou a respeito da posição de Ivone Barofaldi, em relação ao governo de transição, nesta segunda-feira (3). Por meio de sua assessoria, a prefeita em exercício informou que não cederá um local no prédio público para nenhum dos dois políticos e suas equipes, pelo fato de haver pendência junto à Justiça Eleitoral.

"Não pedi e nem preciso de espaço da Prefeitura. Liguei para ela, que está em Curitiba, e ela topou dar qualquer informação sobre a administração pública. Não preciso de nada além disso. Quero fazer um levantamento de todos os contratos terceirizados firmados pela Prefeitura", disse.

Já Chico Brasileiro (PSD) mostrou-se favorável à opinião de Ivone. "Acho que ela está correta, porque nesse momento não temos prefeito definido. Nem o Paulo que teve seus votos anulados pode fazer fazer a transição, nem eu, porque, teoricamente, embora tenhamos vencido com 67% dos votos, não podemos porque existe julgamento no TSE", reforçou.

O recurso especial de Mac Donald, em última instância, ainda não tem data para acontecer. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve definir se mantém a cassação de sua candidatura ou se reverte as conclusões do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Comarca de Foz do Iguaçu. Em caso de cassação, novas eleições serão convocadas.

Colaboração: Márcio Neves/Rede Massa.