24°
Máx
17°
Min

No Dia das Mães, Dilma pedala pelas ruas de Porto Alegre

A presidente da República, Dilma Rousseff, manteve a tradição e andou de bicicleta na manhã deste domingo, na capital gaúcha. Ela costuma pedalar na primeira hora do dia quando está em Porto Alegre, assim como faz em Brasília. A presidente saiu de casa por volta das 7 horas, acompanhada de seguranças, e percorreu um trajeto de aproximadamente uma hora. Depois, voltou para seu apartamento na zona Sul da cidade.

Dilma chegou no início da noite de sábado a Porto Alegre, onde veio passar o Dia das Mães ao lado da filha, Paula Araújo, e dos netos, Gabriel e Guilherme, que moram na cidade. Sem agenda oficial, ela também deve aproveitar para visitar o ex-marido, Carlos Araújo, considerado seu "conselheiro político informal".

A previsão é de que a presidente volte na tarde deste domingo a Brasília para enfrentar uma semana decisiva. Na próxima quarta-feira, a admissão do processo de impeachment de Dilma vai ao plenário do Senado. Se aprovada, resultará no afastamento da presidente por até 180 dias e o vice Michel Temer assumirá o Executivo, podendo montar seu próprio governo, indicando novos ministros e outros cargos.

Sábado, antes de viajar a Porto Alegre, Dilma esteve na inauguração da sede da Embrapa Agricultura e Pecuária em Palmas, no Tocantins. Na ocasião, ela disse que vai continuar lutando contra o pedido de impeachment em análise no Senado, que, para ela, não tem base legal.

Dilma mencionou que situações semelhantes que agora justificam o pedido de afastamento estiveram presentes, nas gestões de outros presidentes e governadores sempre passaram em "brancas nuvens". Para ela, o que está em questão são atos dos quais ela participou e que são regulares. "Além de ser golpe, eles não gostam das minhas escolhas de onde gastar o dinheiro", criticou.