27°
Máx
13°
Min

'No momento adequado vamos discutir retirada de subvenções', diz Ana Paula

A secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, afirmou há pouco que, no momento adequado, o governo vai discutir a retirada de subvenções. "Estamos realizando avaliações técnicas. A partir do momento em que pudermos expressar para a sociedade o que funciona, o que não funciona, o que precisa ser ajustado, nós faremos essa discussão", comentou após participar de um evento em São Paulo.

Mais cedo, no palco do evento, ela havia dito que o governo não pode mais arcar com as subvenções. "Nós fizemos nossas escolhas lá atrás, em vez que fazer a reforma da Previdência, como outros países fizeram, em vez de aprimorar marcos regulatórios, buscar uma estrutura mais eficiente, decidimos atender a grupos de pressão, aumentar desmesuradamente a pauta de subsídios, subvenções, programas que passaram a sobrecarregar as contas públicas", comentou. Segundo ela, os subsídios saíram de R$ 5 bilhões em 2009 para quase R$ 50 bilhões em 2014.

Questionada sobre o assunto, ela disse que não é possível retirar essas subvenções agora em função da crise econômica, que pressiona os resultados das empresas. "Quando a crise tiver passado, estivermos em um momento melhor da economia, vamos fazer essa discussão ".

Repatriação

Ana Paula também comentou que o governo é contra eventuais mudanças na lei de repatriação, que estariam sendo estudadas pela Câmara . "O Congresso cumpre seu papel de discutir medidas para o País, mas nós acreditamos que a lei já aprovada tem condições de ser mantida".

Ela lembrou que o prazo para adesão vai até o fim deste mês e disse que a expectativa do governo é boa."Acreditamos que a lei vai cumprir seus propósitos". (Álvaro Campos - alvaro.campos@hotmail.com)