21°
Máx
17°
Min

Oposição pede aos gritos renúncia de Dilma no plenário

O deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) causou um tumulto na noite desta quarta, 16, na Câmara ao colocar no sistema de som do Plenário da Casa o áudio interceptado do telefonema da presidente Dilma Rousseff ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A oposição reagiu imediatamente com gritos de "renúncia".

A sessão estava esvaziada em virtude da reunião de líderes, que acontece na Presidência da Casa, para discutir a votação da comissão especial do impeachment, amanhã. Com o tumulto, os parlamentares de oposição e governistas correram para o Plenário para acompanhar o protesto. Deputados petistas ficaram atônitos e estão deixando aos poucos o local.

Neste momento, a oposição grita e impede o discurso do líder do PT, deputado Afonso Florence (PT-BA). Instantes antes da manifestação, o vice-líder do governo na Casa, Orlando Silva (PCdoB-SP), minimizava o conteúdo da gravação divulgada hoje. "Me causa espécie o grampo da presidente da República. Temos de ouvir a íntegra", disse.

Agora, oposicionistas gritam: "olê olê olá, ladrão, ladrão", ironizando o famoso grito de guerra dos petistas "olê olê olê olá, Lula, Lula". Também gritam "Lula na cadeia".